EFELondres

Manchester City e Tottenham se reencontrarão nesta quarta-feira, no Etihad Stadium, para definir o classificado no duelo inglês nas quartas de final da Liga dos Campeões e para tentar desempatar um confronto histórico marcado pelo equilíbrio.

No duelo de ida, disputado há uma semana, os 'Spurs' levaram a melhor por 1 a 0, graças a gol do atacante sul-coreano Heung-Min Son, anotado aos 33 minutos do segundo tempo. Antes disso, na etapa inicial, o atacante argentino Sergio Agüero desperdiçou cobrança de pênalti, ao parar no goleiro francês Hugo Lloris.

Com a vitória obtida no seu novo estádio, o Tottenham encerrou jejum de quatro partidas sem bater o City. Além disso, a equipe só será eliminada no tempo normal se perder por dois gols de diferença para o time comandado pelo espanhol Josep Guardiola.

A equipe do técnico argentino Mauricio Pochettino, por sua vez, avançará mesmo se sofrer derrota por um gol de diferença, com exceção do 1 a 0, que forçará a realização de prorrogação. Se, após os 30 minutos extras a rede não balaçar, a vaga será definida nos pênaltis.

Na história do confronto, houve 157 partidas por competições oficiais, com 61 vitórias para cada lado, além de 35 empates. Desde que Guardiola assumiu o City, em agosto de 2016, são seis confrontos entre os dois times, com ligeira vantagem para o técnico espanhol sobre os 'Spurs', com três vitórias, duas derrotas e um empate.

Para o jogo desta quarta-feira no Etihad, as duas maiores dores de casa dos donos da casa parecem estarem resolvidas. O volante Fernandinho e Agüero, que apresentavam problemas físicos, treinaram nesta terça-feira. O primeiro, ao menos, pode ser opção de banco, e o segundo deve ser titular.

A grande interrogação é quanto as condições do lateral-esquerdo ucraniano Oleksandr Zinchenko, que vinha se firmando como integrante do 11 inicial, mas apresenta lesão muscular. O francês Benjamin Mendy e o meia inglês Fabian Delph são as opções para o setor, assim, como o lateral-direito brasileiro Danilo.

Como Guardiola é um técnico que torna imprevisível a previsão da escalação, não é possível apontar quais titulares são considerados certos para o jogo com o Tottenham. Provavelmente, o único que tem presença garantida é o goleiro Ederson. O atacante Gabriel Jesus, por sua vez, deve começar no banco.

Os 'Spurs', por sua vez, chegam para o duelo com um problema sério, que é a ausência do atacante inglês Harry Kane, por causa de uma contusão no tornozelo esquerdo, sofrida no jogo de ida com o City, após choque com Delph. O jogador não tem tempo de afastamento tornado público, mas, corre o risco de perder o resto da temporada.

Outro que se lesionou na partida em Londres foi o meia inglês Dele Alli, que é dúvida. O volante inglês Harry Winks é também não tem escalação garantida, por causa de problema físico. O lateral-direito marfinense Serge Aurier, o volante inglês Eric Dier e o meia argentino Erik Lamela estão vetados.

Com isso, quem deve ter mais uma chance como titular é o meia-atacante Lucas Moura, que está em alta no Tottenham, após ter balançado a rede três vezes na goleada sobre o Huddersfield por 4 a 0, neste sábado, pelo Campeonato Inglês.

Curiosamente, depois de definirem a disputa por uma vaga nas semifinais da Liga dos Campeões, os dois times se reencontrarão neste sábado, também no Etihad Stadium, em jogo pela competição local, em que os 'Citizens' estão na vice-liderança, com 83 pontos, e os 'Spurs' estão em terceiro na tabela, com 67.

Prováveis escalações:.

Manchester City: Ederson; Walker, Otamendi, Laporte e Mendy (ou Delph); Fernandinho (ou David Silva), Gündogan e De Bruyne; Bernardo Silva, Sterling e Agüero. Técnico: Josep Guardiola.

Tottenham City: Lloris; Trippier, Vertonghen, Alderweireld e Rose; Winks (ou Wanyama), Sissoko e Eriksen; Alli (ou Llorente), Son e Lucas Moura.

Árbitro: Cüneyt Çakir (Turquia), auxiliado pelos compatriotas Bahattin Duran e Tarik Ongun.

Estádio: Etihad Stadium, em Manchester (Inglaterra).