EFESochi (Rússia)

A Espanha terá na sexta-feira uma difícil missão logo na primeira rodada da Copa do Mundo na Rússia: enfrentar Portugal, atual campeã da Eurocopa e seleção de Cristiano Ronaldo, mas que para os jogadores espanhóis vai muito além do craque do Real Madrid.

"Cristiano já está bastante estudado. Todo o mundo o conhece. É um grandíssimo jogador, um dos melhores do mundo, mas Portugal não é só Cristiano. Portugal tem uma grande seleção, ganhou a Eurocopa e vem em um grande momento. Nós também temos uma grande seleção. Será um jogo difícil", opinou David de Gea, que não atuou em nenhuma partida em 2014, no Brasil, e hoje é o goleiro titular da Espanha.

Na opinião do meia Koke, o nome de Cristiano Ronaldo se sobressai no elenco português, mas é preciso manter a atenção em relação ao jogo coletivo da equipe rival.

"Nos preparamos olhando para nós. Tentamos potencializar as nossas virtudes e melhorar os nossos defeitos. É verdade que também jogamos em função do rival, o estudamos, mas não olhamos individualmente para Cristiano, e sim para todo o coletivo", afirmou.

"Cristiano ganha partidas e temos que ter cuidado, mas Portugal tem grandes jogadores, é o atual campeão da Europa e temos que jogar bem se quisermos ganhar a partida. A estreia marca muito, queremos ganhar da atual campeã da Europa", acrescentou Koke.

Andrés Iniesta, que pode se despedir da seleção espanhola ao término do torneio, também previu uma partida difícil contra a equipe portuguesa. Segundo o meia, que marcou o gol do título mundial de 2010, a Espanha não pode se dar o luxo de lembrar que foi campeã na África do Sul após ter estreado com derrota (1 a 0 para a Suíça).

"Temos que encarar a partida como ela é, um duelo muito complicado contra Portugal, que sempre nos dificulta. É preciso dar importância, sem pensar que na África do Sul perdemos o primeiro jogo e depois fomos campeões. O primeiro jogo é fundamental e vamos tentar levar os três pontos", advertiu.

Espanha e Portugal se enfrentam nesta sexta-feira às 15h (horário de Brasília) no Estádio Olímpico Fisht, em Sochi, pela primeira rodada do grupo B, que também conta com Marrocos e Irã. EFE

ide/vnm