EFERedação Central

A Federação Holandesa de Futebol (KNVB) anunciou nesta quarta-feira ter autorizado a jovem Ellen Fokkema, de 19 anos, de defender um time masculino, no caso o Foarut, da quarta divisão nacional.

De acordo com a entidade, se trata de um projeto piloto, considerado "revolucionário", que será iniciado na próxima temporada, com a ideia de avaliar se existe possibilidade que homens e mulheres atuem lado a lado.

Até o momento, segundo os regulamentos da KNVB, até os 18 anos, homens e mulheres podem jogar juntos em equipes mistas, mas depois disso não mais.

Em comunicado, Fokkema classificou a decisão da entidade como "fantástica", já que poderá seguir com os mesmos companheiros de time na próxima temporada.

"Estou jogando com eles desde que tinha cinco anos e estava lamentando não poder continuar", explicou.

A jogadora, em comunicado, ainda revelou que recebeu todo o apoio do clube, que fez petição conjunta com ela e também dos companheiros.

"Eles reagiram com entusiasmo ao fato de eu poder seguir com eles. Não sei como será, mas de todo modo, estou muito feliz de poder participar desse projeto piloto", concluiu.