EFEMadri

Florentino Pérez inicia nesta segunda-feira o seu quinto mandato à frente do Real Madrid, após ser proclamado pela Junta Eleitoral do clube espanhol como candidato único, com o complicado assunto do futuro de Cristiano Ronaldo em cima da mesa.

O mandatário do Real precisa resolver a situação da estrela portuguesa e a sua hipotética intenção de deixar o clube, segundo informações divulgadas na última sexta pelo jornal esportivo português "A Bola", após ter sido acusado pela Promotoria espanhola de defraudar 14,7 milhões de euros ao fisco.

Nem o jogador português, que se encontra na Rússia para a disputa da Copa das Confederações, nem o seu entorno se manifestaram publicamente sobre essas informações, motivo pelo qual Florentino começa o novo quadriênio como o futuro do grande nome da equipe no ar.

A proclamação da candidatura encabeçada pelo empresário madrilenho, única apresentada, não era mais que um facto formal, regulamentar, firmado poucos dias depois que o time do técnico Zinedine Zidane obteve os títulos da Liga dos Campeões e do Campeonato Espanhol.

Além de preocupação quanto a Cristiano, o novo mandato de Florentino começa também com atenção voltada para a renovação de contrato de 'Zizou' e para possíveis mudanças no elenco.