EFERedação Central

A França venceu a Nigéria por 1 a 0, nesta segunda-feira, em Rennes, e garantiu a primeira colocação do grupo A da Copa do Mundo feminina, em dia de classificação da Noruega, que passou pela lanterna, Coreia do Sul, em Reims.

As anfitriãs, que precisavam apenas de um empate para garantir a primeira colocação da chave, levou a melhor graças a gol da zagueira Wendie Renard, em pênalti convertido aos 34 minutos do segundo tempo.

O falta que originou o lance foi cometida pela zagueira Ngozi Ebere e só foi confirmada pelo VAR, que também indicou a necessidade da expulsão da nigeriana.

Além disso, o sistema de vídeo ainda ordenou a repetição de uma primeira cobrança da artilheira francesa no Mundial, com três gols, que acertou a trave, devido avanço da goleira Chiamaka Nnadozie, antes do chute.

Com a vitória, a França é a segunda seleção a alcançar a marca de nove pontos na competição, igualando o que fez mais cedo a França, líder do grupo A. Provavelmente, a adversária nas oitavas será a terceira colocada do grupo C, que tem o Brasil

A Nigéria, por sua vez, terminou com três pontos e aguarda o desenrolar da competição, para saber se conseguirá uma das vagas por índice técnico, entre os quatro times que terminarão como um dos melhores terceiros.

Já em Reims, a Noruega garantiu a segunda colocação, com seis pontos, ao passar pela Coreia do Sul, que está eliminada, por 2 a 1. A meia Caroline Graham Hansen e a atacante Isabell Herlovsen, ambas em penalidades, marcaram para as nórdicas. As asiáticas descontaram com a atacante Yeo Minji.

Na próxima fase, as norueguesas terão pela frente a vice-líder da chave que conta com a seleção brasileira, que, inclusive, ostenta essa condição antes do jogo com a Itália, que será disputado amanhã, em Valenciennes. EFE

bg/rd