EFEOakland (EUA)

Draymond Green marcou a cesta decisiva e Andre Iguodala colocou um ponto final na tentativa de Damian Lillard em levar para a prorrogação a segunda partida das finais da Conferência Oeste, disputada na noite de quinta-feira, em que o Golden State Warriors derrotou o Portland Trail Blazers, na Oracle Arena, por 114 a 111.

O triunfo deixa os Warriors com a vantagem de 2 a 0 na série melhor de sete e agora o confronto segue para o Moda Center, casa dos Blazers, onde no sábado e segunda-feira acontecem a terceira e quarta partida.

Iguodala, que não teve seu melhor jogo no ataque - marcando apenas quatro pontos -, voltou a fazer uma grande atuação defensivamente, sendo decisivo no triunfo dos atuais bicampeões da NBA, ao protagonizar o lance, faltando 4.3 segundos para o final, quando roubou uma bola de Lillard que tentaria buscar o triplo e forçar a prorrogação.

Antes, Green havia conseguido a cesta com a qual o Golden State alcançou a vantagem que seria definitiva e completava a recuperação da equipe que saiu para o intervalo perdendo por uma diferença de 15 pontos (65 a 50).

O camisa 23 deixou a quadra como o jogador mais completo dos Warriors, ao apresentar um duplo-duplo de 16 pontos e dez rebotes, além de sete assistências. O cestinha da noite foi Stephen Curry, com 37 pontos.

Os Blazers, que dominaram toda primeira parte da partida, a partir do terceiro período sucumbiram à força dos anfitriões que tiveram uma sequência de 13-0, mudando a história do duelo.

Na reta final também não conseguiram os pontos decisivos, embora o armador reserva Seth Curry, irmão de Stephen, faltando um minuto e três segundos anotou um triplo que deu a última vantagem para a franquia de Oregon (111 a 110).

O "Curry caçula" fez um grande apresentação ao se transformar no sexto jogador dos Blazers, conseguindo 16 pontos. Mas o destaque da equipe foi Damian Lillard, com um duplo-duplo de 23 pontos e dez assistências.