EFEMadri

O juiz Moisés Guillamón, do Tribunal Mercantil número 12 da Espanha, negou autorização para que Villarreal e Atlético de Madrid se enfrentem, pela 16ª rodada do campeonato do país, em Miami, nos Estados Unidos.

A ideia de levar o jogo para fora do país partiu da liga que organiza a competição e foi aceita pelos dois clubes. A entidade, inclusive, solicitou medida cautelar para que a partida pudesse acontecer em território americano.

A Federação Espanhola (RFEF) não aceita a possibilidade de que partidas aconteçam em outros países e pediu formalmente o afastamento do presidente da LaLiga, Javier Tebas, por considerar que o dirigente apresenta comportamento "hostil".

A partir de publicação da decisão, existe possibilidade de recurso, que deverá ser apresentado nos próximos 20 dias.

O jogo está marcado para acontecer no dia 6 de dezembro, e tem o Villarreal como mandante.