EFELondres

O tenista australiano Nick Kyrgios, que está nas quartas de final de Wimbledon, foi acusado de agressão pela ex-namorada, a modelo Chiara Passari, com isso, terá que comparecer a um tribunal na Austrália em 2 de agosto, segundo veiculou o jornal local "The Canberra Times".

De acordo com informações repassadas pela polícia australiana, a presença de Kyrgios em audiência judicial tem relação com um caso "de agressão comum" ocorrido em dezembro do ano passado.

De acordo com o advogado do tenista, Jason Moffett, a denúncia apresentada contra o cliente seria proveniente de acontecimento inserido no "contexto de uma relação doméstica".

"A natureza desta denúncia é muito séria, e Kyrgios a leva muito a sério. Agora mesmo, não irá comentar nada, mas no momento oportuno, emitiremos um comunicado", explicou Moffett ao "The Canberra Times".

O australiano voltará à quadra em Wimbledon nesta quarta-feira, para enfrentar o chileno Christian Garín. EFE