EFERedação Central

O lateral-direito inglês James Tavernier, do Rangers, finalista e artilheiro da atual edição da Liga Europa, citou brasileiros que jogam ou que já atuaram na posição como referências e inspirações para a carreira.

"Sempre observava Marcelo e Daniel Alves. Eram meus favoritos, assim como Cafu. Quando era muito mais jovem, adorava ver os brasileiros, como jogavam e como atacavam", afirmou o defensor, de 30 anos, que marcou sete vezes no torneio continental.

"Olhem os títulos de Dani Alves e de Marcelo, como foram os melhores do jogo ao longo da carreira deles. São pessoas que, realmente, admiro", completou o lateral inglês.

Na atual edição da Liga Europa, em que o Rangers enfrentará o Eintracht Frankfurt amanhã, em Sevilla, na Espanha, pela decisão, Tavernier marcou sete gols, um a mais que o brasileiro Galeno, que disputou o torneio por Braga e Porto, e que o camaronês Karl Toko Ekambi, do Lyon, ambos já fora da disputa.

Com a artilharia próxima, já que a maior ameaça é o japonês Daichi Kamada, que anotou cinco gols, Tavernier falou sobre as características de jogo e quem eram as inspirações de estilo de jogo.

"Sempre gostei de me lançar ao ataque, inclusive, nos treinos, Gosto de marcar gols. Olhem para Trent (Alexander-Arnold), Reece James, Dani Alves, Marcelo, Roberto Carlos, laterais muito ofensivos no jogo moderno, defensores que não só defendem. Também são pontos ofensivos chave, fazendo cruzamentos, dando assistências ou marcando gols", explicou o inglês.

Tavernier aproveitou também para exaltar os companheiros do Rangers, que, segundo ele, formam "um grande grupo de jogadores". O lateral destacou o goleiro McGregor, o zagueiro Steven Davis, o meia Aaron Ramsey e o polivalente Connor Goldson.

"É o melhor vestiário em que já estive. Se alguém precisa de um empurrão, aqui estamos todos juntos. Se é necessário mudar algo, todos conversamos entre nós, mas todos estamos na mesma onda", afirmou. EFE