EFEParis

O lateral-esquerdo Marcelo voltou a se negar a falar sobre futuro após o fim do contrato no Real Madrid, em 30 de junho deste ano, garantiu não querer uma estátua feita pelo clube e citou o início da carreira no Fluminense, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, na véspera da final da Liga dos Campeões, contra o Liverpool.

O veterano jogador, de 34 anos, foi questionado por um jornalista se preferia assinar um novo vínculo com o clube espanhol ou ser homenageado com uma estátua, mas desconversou e garantiu que só abordará os próximos passos após o jogo que acontecerá no Stade de France, em Saint-Denis.

"Todos sabem da minha paixão, meu amor pelo clube da minha vida, que é o Real Madrid. O Fluminense, quando comecei a jogar futebol, me deu tudo para ser jogador. Não vou dizer agora, mas não precisa de estátua, minha história está escrita no Real Madrid, ficando ou não. Deu tudo e vou seguir dando. Uma estátua não tem muito sentido. Depois da final, verão o que vamos fazer", disse Marcelo.

Recuperado de problemas musculares, ficando assim disponível para ser relacionado para a final, Marcelo exaltou o desempenho dos 'Merengues' e destacou o papel atual do atacante francês Karim Benzema.

"Sabemos da qualidade e a liderança de Karim, que não faz só uma temporada, mas uma grande temporada. Faz tempo que ele é um líder do time, não importa se fale mais ou menos. Só com sua presença e caráter, ajuda demais o time", avaliou o lateral-esquerdo brasileiro.

Mesmo com o pouco espaço no time titular, Marcelo foi só elogios ao técnico italiano Carlo Ancelotti, atual comandante do Real.

"O conheço há anos, tenho a sorte de ser treinado por ele. Entende muito de futebol, sabe administrar muito bem o vestiário. Todos querem jogar e ser importantes, mas não tivemos nenhum problema nesta temporada, porque ele nos deixa tranquilos e diz sempre a verdade. Nos faz ver que somos todos importantes", afirmou Marcelo.

O lateral ainda falou sobre a presença de diversos jogadores do Brasil nos elencos de Real e Liverpool e deixou uma mensagem para os fãs de futebol no país.

"Ter tantos jogadores brasileiros na final da 'Champions' é um orgulho para meu país. Quanto mais venham jogar essa competição, é mais motivo de alegria. Espero que, no Brasil, curtam muito o futebol de uma final de 'Champions', que é linda", garantiu o defensor. EFE