EFERedação Central

O argentino Lionel Messi, do Barcelona, o português Cristiano Ronaldo, da Juventus, e o holandês Virgil van Dijk, do Liverpool, foram indicados nesta quinta-feira ao prêmio de Jogador do Ano da Uefa, cujo vencedor será anunciado daqui duas semanas.

A honraria busca reconhecer o destaque da última temporada disputada, no caso, a 2018-2019. Vencedor mais recente, o meia croata Luka Modric, do Real Madrid, não ficou entre os três primeiros votados.

A lista final foi composta a partir da escolha de um júri formado por 80 técnicos de clubes participantes da Liga dos Campeões e Liga Europa, e mais 55 jornalistas, provenientes de cada um dos países filiados à Uefa.

Messi foi o artilheiro da Liga dos Campeões, com 12 gols, e foi campeão da última edição do Campeonato Espanhol. O argentino já venceu o prêmio pelas temporadas 2010-2011 e 2014-2015.

CR7, por sua vez, foi o maior goleador da fase final da Liga das Nações, que conquistou com Portugal, e foi campeão italiano pela primeira vez com a Juventus. O craque luso foi o Melhor Jogador da Uefa em 2013-2014, 2015-16 e 2016-2017.

Já Van Dijk, integrante do elenco do Liverpool que conquistou a Liga dos Campeões, foi indicado como finalista do prêmio pela primeira vez na carreira.

Além disso, a Uefa ainda revelou a pontuação dos jogadores que ficaram do quarto ao décimo lugar, encabeçada pelo goleiro Alisson, também dos 'Reds', que fez 57 pontos. Logo depois, ficaram outros dois companheiros do brasileiro, o atacante senegalês Sadio Mané, e o atacante Mohamed Salah.

Entre as mulheres, o Lyon domina totalmente a final, com a indicação da lateral-direita inglesa Lucy Bronze, da atacante norueguesa Ada Hegerberg e da meia francesa Amandine Henry. Nenhuma brasileira figurou no 'top-10'.

O anúncio dos vencedores nos masculino e feminino serão anunciados nos dias 29 de agosto, durante a cerimônia de sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões para homens. EFE

omm/bg