EFEBarcelona (Espanha)

O atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona, recebeu nesta quarta-feira pela sexta vez na carreira o troféu Chuteira de Ouro, por ter sido o maior goleador das ligas europeias na temporada 2018-2019.

O prêmio foi entregue em cerimônia realizada na capital da Catalunha, exatamente 15 anos após o astro estrear pela equipe principal do Barça. No dia 16 de outubro de 2014, a então revelação substituiu o brasileiro naturalizado português Deco, aos 37 do segundo tempo do jogo com o Espanyol, pelo Campeonato Espanhol.

Messi recebeu a Chuteira de Ouro das mãos dos dois filhos mais velhos, Thiago e Mateo, que estavam acompanhados da mãe, Antonella. No discurso, o argentino aproveitou para dividir a conquista com os companheiros de equipe, citando dois em especial

"Luis (Suárez) e Jordi (Alba) são os dois grandes culpados por eu poder receber esse prêmio por mais um ano. Sem meu time, eu nunca teria conseguido uma única vez sequer. Embora seja em em meu nome, é um reconhecimento para todo o elenco", garantiu o 10 do Barcelona.

Messi é o recordista de troféus da Chuteira de Ouro, depois de ter levado a melhor também nas temporadas 2009-2010, 2011-2012, 2012-2013, 2016-2017 e 2017-2018. O português Cristiano Ronaldo, hoje na Juventus, é o segundo maior vencedor, com quatro.