EFEBerlim

O meia-atacante alemão Thomas Müller, do Bayern de Munique, falou nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, do que espera no duelo de amanhã com o Barcelona, pelas quartas de final da Liga dos Campeões.

"Eu espero duas equipas que gostem de ter a bola. Mas também queremos ser agressivos e ter a bola de volta o mais rápido possível", disse o campeão mundial em 2014, com a seleção da Alemanha.

"Queremos controlar o jogo com nossas virtudes, mas o que acontecerá amanhã, não sabemos", completou.

Müller aproveitou para conter os ânimos daqueles que apontam o Bayern como grande favorito da Liga dos Campeões, especialmente, depois da vitória sobre o Chelsea por 4 a 1, pela volta das oitavas.

"Temos um sentimento bom, mas sabemos que não temos pela frente o Barcelona e um adversário qualquer. Um time que tem muitos jogadores experimentados e de grande qualidade", disse o jogador.

O meia-atacante ainda foi questionado sobre o que a equipe alemã precisa fazer para tentar parar o atacante argentino Lionel Messi e admitiu que o segredo está no trabalho em conjunto.

"Só funcionará se defender toda a equipe. Alphonso Davies tem um papel, mas não solitário. Nossas partidas nas últimas semanas mostraram que, quando alguém é driblado, parece outro de nós atrás. Temos que jogar assim", avaliou Müller.