EFEParis

O técnico do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, afirmou neste sábado que o atacante Neymar é uma liderança da equipe quando está feliz.

"Está totalmente claro que Neymar é meu jogador-chave, é um dos melhores do mundo e um artista. Há várias maneiras de ser um líder. No caso de Neymar, ele é (um líder) quando está feliz, por sua criatividade, por ser inspirador para os outros, pelos riscos que assume", disse Tuchel em entrevista coletiva prévia ao jogo contra o Caen, que marca a estreia do PSG no Campeonato Francês.

Apesar de destacar a importância de Neymar para o sucesso da equipe, Tuchel tentou minimizar a pressão sobre o brasileiro e ressaltou as lideranças que outros jogadores do grupo exercem.

"Há várias maneiras de ser um líder, pessoas que são responsáveis pela defesa e esse não é um trabalho para ele (Neymar). Não há um só líder, temos vários ombros sobre os quais a equipe se sustenta. E Neymar é um deles", afirmou o técnico alemão.

Tuchel também falou sobre uma das principais contratações do Paris Saint-Germain na temporada, o goleiro Gianluigi Buffon.

"Gigi é um profissional top, uma lenda, é humilde, muito educado e tem uma enorme influência sobre a equipe", avaliou.

No entanto, o técnico não quis revelar quem será o titular da equipe amanhã e reconheceu que será difícil escolher entre Buffon, Aphonse Areola, campeão mundial com a França, e Kevin Trapp. EFE

atc/lvl