EFEParis

O Olympique de Marselha anunciou nesta sexta-feira que foi alcançado um acordo para a saída do técnico argentino Jorge Sampaoli, após quase um ano e meio de trabalho do ex-Santos e Atlético Mineiro.

"O clube e Jorge Sampaoli anunciam com emoção sua decisão comum de colocar fim a seu trabalho", conforme indica comunicado emitido pelo Olympique.

Veículos de imprensa da França já tinham informado que o argentino tinha apresentado o pedido de demissão, diante da falta de movimentos do time de Marselha para reforçar o elenco.

"O Olympique quer agradecer ser sincera e muito calorosamente o trabalho de Jorge Sampaoli. Após 16 meses de colaboração, esse trabalho permitiu o clube alcançar um novo nível na construção de seu novo projeto esportivo e de classificá-lo diretamente para a Liga dos Campeões", informa a nota oficial.

O comunicado do clube não menciona expressamente os supostos desacordos com a diretoria sobre a montagem do elenco para a temporada 2022-2023.

O texto ainda indica que "após uma longa reflexão" das duas partes, houve acordo pelo fim do contrato.

"O clube vai iniciar um novo ciclo que será inserido na continuidade da política esportiva empreendida pelo presidente, Pablo Longoria, desde sua chegada", diz a nota.

Sampaoli, de 62 anos, chegou ao Olympique de Marselha em fevereiro de 2021.

De acordo com a imprensa francesa, o técnico cobrou reforços que pudessem elevar o nível do clube para participar da Liga dos Campeões.

O único jogador anunciado pelo Olympique foi o zagueiro francês Isaak Touré, contratado junto ao Le Havre.

Os veículos especializados da França apontam que o presidente do Marselha tem como prioridade garantir a estabilidade financeira do clube. EFE