EFEBuenos Aires

O presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Claudio Tapia, negou nesta quarta-feira que Lionel Messi tenha se aposentado da seleção do país e disse que o craque estará de volta assim que o técnico Lionel Scaloni o convocar.

"Leo Messi nunca foi embora da seleção. Eu acredito que o amor que ele tem pela camisa (da Argentina) é tão grande que quando for convocado estará aqui. Não tenho dúvida disso. Sabendo que depende do técnico, que não depende do jogador", disse Tapia em entrevista concedida ao site da AFA.

O camisa 10 não joga pela seleção desde a derrota para a França por 4 a 3, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, em junho, quando a bicampeã ainda era treinada por Jorge Sampaoli.

Tapia e Messi se reuniram e foram fotografados juntos há duas semanas em Madri, após a final da Taça Libertadores, em que o River Plate venceu o Boca Juniors por 3 a 1 na prorrogação no estádio Santiago Bernabéu.

"Ele estava muito feliz, muito contente. Tomara que nas próximas convocações ele faça parte da lista e desfrute disso. Nós ficamos contentes quando o vemos dentro de campo pelas coisas que ele faz. Fico muito contente por tudo que ele representa, porque ele representa nosso país, é um porta-bandeira do futebol mundial e o melhor do mundo, sem dúvidas", enalteceu. EFE

sam/dr