EFEParis

O catariano Nasser Al-Khelaifi, presidente do Paris Saint-Germain, mandou um recado claro para Neymar, garantindo que o atacante brasileiro precisa querer estar no clube, e ainda garantiu que o atacante francês Kylian Mbappé não vai se transferir no futuro.

"Ninguém o obrigou a vir para cá. Ninguém o empurrou. Veio com pleno conhecimento para se somar a um projeto", garantiu o dirigente, em entrevista que será publicada na íntegra amanhã, pela revista francesa "France Football".

O presidente do Paris Saint-Germain evitou criticar o atacante e deixou claro que não duvida da dedicação do jogador, mas deu a entender que as portas estão realmente abertas para a saída do camisa 10, conforme publicou o jornal "L'Équipe".

"Repito que Neymar, como todos, deve acreditar no nosso projeto e dar todas as provas de seu envolvimento. Enquanto siga sendo o caso, não haverá nenhum problema", afirmou Al-Khelaifi.

Além disso, na entrevista que será publicada amanhã pela "France Football", o dirigente catariano disse que, com 200% de certeza, que Mbappé não deixará o PSG na próxima temporada.

"Não farei essa loucura. A nossa melhor decisão dos últimos anos foi trazer ele para cá. É francês, original de Paris, com uma mentalidade exemplar", disse.

Al-Khelaifi, contudo, não deixou de enviar uma mensagem para o jovem atacante, que vem pedindo maior espaço dentro do elenco do futebol e também da instituição.

"Me surpreendeu. Não esperava. De fato, ele deseja estar mais envolvido no nosso projeto, para crescer com a equipe e o clube, mas eu disse que responsabilidades não se pedem. É preciso ir buscá-las, às vezes arrancá-las", afirmou.