EFEMiami

A Mastercard, que emitiu mais de 10 mil cartões pré-pagos por aproximação para benefício de torcedores durante a Copa América de 2019, acredita que esta forma de pagamento fácil, rápida e segura aumentará ainda mais no Brasil e no restante da América Latina depois do torneio organizado pela Conmebol.

Como parceira oficial de serviços de pagamento e fornecedora oficial de pagamentos por aproximação para a Copa América disputada no Brasil e por ocasião da abertura do torneio que desperta paixões desde 1916 nesta sexta-feira, a Mastercard pretende levar o futebol para o futuro, como informa a própria companhia, cuja divisão para a América Latina tem sede em Miami.

Nas cinco cidades sedes da Copa América de 2019 - São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Porto Alegre - será possível fazer pagamentos com cartões pré-pagos por aproximação.

"Filas rápidas em lojas e máquinas registradoras em todos os estádios (mais de 100 provedores) permitirão aos torcedores retornar a seus assentos em menos tempo", disse a Mastercard em comunicado.

O uso desses cartões dará ainda aos torcedores oportunidades de ser "player escorts" (entrar em campo com jogadores) nas quartas de final e na final da Copa América.

Além disso, fora dos estádios esses cartões poderão ser usados em cervejarias e restaurantes, experiências como degustações culinárias e visitas a museus e outras instituições culturais, com descontos e benefícios exclusivos para os usuários.

A tecnologia por aproximação, que permite ao consumidor realizar uma compra em questão de segundos simplesmente ao colocar um cartão ou telefone celular perto do leitor, é uma alternativa fácil, rápida e segura.

A América Latina está começando a participar mais de uma tendência que vem crescendo exponencialmente ano após ano no mundo todo. Segundo a Mastercard, mais da metade de todos os comerciantes da região aceitam pagamentos por aproximação, e os emissores de 87% dos cartões estão prontos para começar a emitir cartões contactless.

O Chile lidera o caminho da transição para pagamentos por aproximação, já que 95% do comércio no país está pronto para que o consumidor pague dessa maneira, e aproximadamente metade de todas as transações por crédito são completadas com esta tecnologia.

A Costa Rica não está muito longe: uma em cada três transações no país é por aproximação.

No Brasil, 66% das pessoas já estão familiarizadas com os métodos de pagamento por aproximação.

"A Mastercard leva a revolução digital aos estádios de futebol para criar consciência sobre a tecnologia por aproximação e seus benefícios", afirmou Rodolfo Durán, vice-presidente de Desenvolvimento de Aceitação e Inovação da Mastercard na América Latina e no Caribe.

"Assim que os consumidores e estabelecimentos experimentem a melhor experiência de pagamento durante a Copa América no Brasil, o crescimento da tecnologia por aproximação em toda a região crescerá em uma taxa ainda maior", acrescentou Durán.

Uma pesquisa realizada recentemente pela Mastercard e a empresa de pesquisa de mercado Kantar revelou que, embora a consciência dos benefícios dos pagamentos por aproximação esteja aumentando na região latino-americana, a falta de informações e a percepção de falta de segurança são as principais barreiras para que o uso aumente.

Para manter o crescimento dos pagamentos por aproximação na América Latina, é necessário que os consumidores entendam a segurança desta tecnologia e vivam a conveniência de usar pagamentos contactless.

É por isso que a Mastercard está redobrando a atenção com essa tecnologia, investindo para promover seu uso no Brasil durante a Copa América organizada pela Conmebol.

A Mastercard é uma empresa de tecnologia na indústria global de pagamentos com uma rede que conecta consumidores, instituições financeiras, estabelecimentos comerciais, governos e empresas em mais de 210 países e territórios.