EFELa Paz

O Bolívar, próximo adversário do Palmeiras no grupo B da Taça Libertadores, voltou a realizar treinos presenciais nesta sexta-feira, após quatro meses de atividades virtuais devido à quarentena.

Uma delegação do clube boliviano chegou pela manhã a um hotel no município de Mecapaca, vizinho a La Paz, onde o elenco ficará concentrado durante as próximas semanas para se preparar para a competição continental, que será retomada em setembro.

Sob o comando do técnico argentino Claudio Vivas, as atividades não foram abertas à imprensa. Depois do treino, o clube divulgou imagens do trabalho físico realizado à tarde por alguns jogadores, entre eles o atacante Juan Carlos Arce, capitão do time.

O Bolívar retomou os treinos presenciais após o governo interino do país ter aprovado o protocolo de segurança apresentado para a utilização de instalações esportivas durante a pandemia de Covid-19.

O clube boliviano receberá o Palmeiras na terceira rodada da fase de grupos. As equipes se enfrentarão no dia 16 de setembro, no estádio Hernando Siles, em La Paz, situado a mais de 3.600 metros de altitude.

Enquanto o 'Verdão' lidera o grupo B, com seis pontos, o Bolívar ocupa a terceira posição, com três, assim como o vice-líder, Guaraní. Ainda sem pontuar, o Tigre é o lanterna.

O futebol boliviano está parado desde março, quando o governo interino decretou a quarentena e o estado de emergência sanitária por causa da pandemia de Covid-19.