EFEPorto Alegre

Com o moral elevado por se o líder do Campeonato Brasileiro após dez rodadas disputadas, mas com uma série de desfalques, o Internacional volta a atenção para a Taça Libertadores, em que também ocupa a primeira posição em sua chave e pela qual enfrentará o América de Cali nesta quarta-feira, no Beira-Rio.

Antes da pausa no torneio continental provocada pela pandemia de coronavírus, o Inter havia vencido a Universidad Católica por 3 a 0, também em casa, e empatado com o Grêmio em 0 a 0 no estádio do rival. Dessa maneira, lidera o grupo E com quatro pontos e saldo melhor que o do Tricolor gaúcho.

Para o jogo contra o time colombiano, o técnico Eduardo Coudet tem uma série de desfalques. O zagueiro Víctor Cuesta, o lateral-esquerdo Moisés e os meias Edenílson e Praxedes foram expulsos no Gre-Nal e estão suspensos, assim como o volante Damián Musto e o meia-atacante Marcos Guilherme, estes por acúmulos de cartões amarelos.

As outras quatro baixas, todas por lesão, estão no ataque. Coudet não tem à disposição Paolo Guerrero, Peglow, Yuri Alberto e William Pottker, entregues ao departamento médico. Por outro lado, Thiago Galhardo, artilheiro do Brasileirão, com oito gols, tem presença confirmada e formará dupla com o uruguaio Abel Hernández, contratado recentemente e que estreou no último domingo, na derrota para o Goiás por 1 a 0, em Goiânia.

Derrotado pelo Junior Barranquilla na Superliga da Colômbia, o América buscará a recuperação em Porto Alegre depois de uma viagem de 12 horas e duração e três escalas. Como o aeroporto de Porto Alegre está fechado para voos internacionais devido à pandemia, a delegação parou em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e em Florianópolis antes de chegar à capital gaúcha.

Assim como Coudet, o treinador Juan Cruz Real, que recentemente substituiu o brasileiro naturalizado costarriquenho Alexandre Guimarães, também tem desfalques. Entre eles, destacam-se o zagueiro Pablo Ortiz, o lateral Cristian Arrieta e o meia Yésus Cabrera.

Prováveis escalações:.

Internacional: Marcelo Lomba; Saravia, Rodrigo Moledo, Pedro Henrique e Uendel; Johnny, Nonato (ou Rodrigo Lindoso), Patrick e Boschilia; Thiago Galhardo e Abel Hernández (D'Alessandro). Técnico: Eduardo Coudet.

América de Cali: Chaux; Arrieta, Torres, Segovia e Velásco; Paz, Carrascal, Sierra e Arias; Vergara e Ramos. Téncico: Juan Cruz Real.

Árbitro: Facundo Tello (Argentina), auxiliado pelos compatriotas Gabriel Chade e Facundo Rodríguez.

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre.