EFERedação Central

O Real Madrid, maior campeão da Liga dos Campeões, com 13 títulos, sendo quatro conquistados nas últimas cinco edições, estreará nesta quarta-feira no torneio, recebendo a Roma, sem o craque português Cristiano Ronaldo, que estará em campo com a Juventus em visita ao Valencia.

O time 'merengue' passou por poucas mudanças com relação à temporada passada, mas, ficou sem o principal jogador nas últimas temporadas e agora é comandado pelo espanhol Julen Lopetegui, substituto do francês Zinedine Zidane.

Real e Roma estão no grupo G do torneio, que é composto ainda por Viktoria Plzen e o CSKA Moscou, que duelarão na República Tcheca.

Sem CR7, o Real agora tem ataque formado pelo galês Gareth Bale, o jovem espanhol Marco Asensio e o francês Karim Benzema, que ajudou o clube a ter boa arrancada no Campeonato Espanhol, com três vitórias, mas, também esteve em campo no empate com Athletic Bilbao, sábado, em 1 a 1.

Com relação ao compromisso do fim de semana, a expectativa é pela volta do volante Casemiro, poupado da partida no estádio San Mamés, devido o desgaste imposto pelos dois jogos disputados com a seleção brasileira, em amistosos contra Estados Unidos e El Salvador.

Primeiro adversário do Real Madrid, a Roma espera voltar a fazer grande campanha na 'Champions', pois, em 2017-2018, alcançou as semifinais, com direito a eliminar o Barcelona graças a vitória por 3 a 0, no Estádio Olímpico, revertendo derrota por 4 a 1, sofrida no Camp Nou.

A equipe da capital terá na partida o retorno de duas das principais peças do elenco, o volante Daniele de Rossi e o meia-atacante Alessandro Florenzi, respectivamente, primeiro e segundo capitães. A expectativa é que ambos sejam titulares no Bernabéu.

Também na Espanha, Cristiano Ronaldo voltará a atuar pela Liga dos Campeões, competição que já se sagrou campeão em cinco oportunidades - quatro com o Real e uma com o Manchester United - e foi artilheiro sete vezes. Nesta quarta-feira, no entanto, será a primeira aparição com a camisa da Juventus.

O craque chega para o jogo sem o peso dos primeiros gols pelo 'Bianconero', já que foi o principal responsável pela vitória sobre o Sassuolo por 2 a 1, domingo, pelo Campeonato Italiano, em que balançou a rede duas vezes.

A Juve duelará com o Valencia no estádio Mestalla, em partida válida pelo grupo H da competição. A chave, curiosamente, também conta com os Diabos Vermelhos, que viajarão até a Suíça, para visitar o Young Boys.

O Manchester City, do sempre badalado técnico espanhol Josep Guardiola, é outra atração desta quarta-feira. A equipe, campeã inglesa na última temporada de maneira avassaladora, receberá o Lyon, pela primeira rodada do grupo F.

O jogo no Etihad Stadium pode ter uma legião de brasileiros, já que o goleiro Ederson e o volante Fernandinho são titulares e Gabriel Jesus é uma das principais opções de banco dos 'Citizens'. A equipe francesa, por sua vez, tem no elenco os laterais Rafael e Fernando Marçal, além do zagueiro Marcelo.

A outra partida da chave acontecerá na Ucrânia, entre Shakhtar Donetsk e o Hoffenheim, da Alemanha, que estreará na fase de grupos da Liga dos Campeões. A partida também terá muitos jogadores nascidos no Brasil em campo, principalmente, pelos donos da casa, que contam com dez inscritos.

O grupo E reúne três camisas chamadas "pesadas" do futebol europeu, embora, apenas o Bayern de Munique venha conseguindo bons resultados nos últimos anos. Já líder isolado do Campeonato Alemão, após três rodadas e agora sob o comando do croata Niko Kovac, a equipe visita nesta quarta-feira o Benfica, no Estádio da Luz.

O outro jogo da chave envolve o Ajax, da Holanda, que retornar à fase principal da 'Champions' após três temporadas, receberá o AEK Atenas, da Grécia. Curiosamente, os dois times e também os Encarnados tiveram que passar por fases preliminares do torneio.