EFEMoscou

O Senado da Rússia aprovou nesta segunda-feira uma lei que exime de vistos os torcedores estrangeiros que estiveram no país para assistir às partidas da Eurocopa de 2020 que serão disputadas em São Petersburgo, uma das 12 sedes da competição.

"A entrada de estrangeiros na Rússia como espectadores acontecerá sem necessidade de visto", afirma a nota adjunta à lei, que prevê que o acesso ao país sem o documento ficará vigente "durante o período que começa 14 dias antes da primeira partida da Eurocopa 2020 em São Petersburgo, em 13 de junho, e termina no dia do último jogo".

Além do documento de identidade, os torcedores deverão apresentar na imigração o chamado FAN ID, uma identificação de torcedor, similar à usada na Copa das Confederações de 2017 e na Copa do Mundo de 2018, também disputadas na Rússia.

Além disso, nos dias de jogos e nos dias seguintes, os torcedores, os participantes da Euro, os voluntários e a imprensa credenciada poderão viajar de graça no transporte público de São Petersburgo, na região de Leningrado. A lei estabelece ainda a regulação dos preços de hospedagem e proíbe a revenda de ingressos.

O Senado também aprovou uma lei que oferece preferências tributárias à Uefa, à União do Futebol da Rússia (RFS) e à entidade local criada para preparar e realizar a Eurocopa em território russo.