EFEBarranquilla (Colômbia)

Os torcedores que quiserem assistir aos jogos da Colômbia no Estádio Metropolitano, em Barranquilla, contra o Brasil, no próximo dia 10, e o Equador, quatro dias depois, precisarão ter tomado pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19.

A medida foi determinada pelo gabinete do prefeito de Barranquilla, Jaime Pumarejo, que a divulgou através de um vídeo nas redes sociais. "Cada um desses torcedores que entram no estádio e têm mais de 18 anos de idade, deve ter pelo menos uma dose de sua programação de vacinação", declarou o político.

Pumarejo anunciou que para as duas partidas da seleção, ambas válidas pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, será usada até 75% da capacidade do Metropolitano.

"Haverá mais de 30 mil torcedores hospedados em nossos hotéis, comendo em nossos restaurantes, pegando táxis pela cidade, ou seja, nos ajudando a recuperar o emprego e nossa economia", destacou o prefeito, referindo-se à recuperação da cidade após os prejuízos causados pela pandemia da Covid-19.

Os 'Cafeteros' estão em quinto lugar nas Eliminatórias, com 13 pontos, e antes de receberam Brasil e Equador medirão forças com o Uruguai em 7 de outubro, em Montevidéu.

Barranquilla, que em 2021 foi uma das cidades colombianas mais afetadas pela pandemia, está atualmente mostrando números mais baixos em termos de contágios pelo coronavírus, mortes e ocupação de unidades de terapia intensiva. EFE

hpc/dr