EFEMoscou

O zagueiro francês Raphael Varane e os meias croatas Luka Modric e Mateo Kovacic terão uma disputa particular na final da Copa do Mundo, que será realizada no domingo, em Moscou, em que tem objetivo de entrar no seleto grupo de jogadores que venceram o torneio e a Liga dos Campeões no mesmo ano.

Os três jogadores do Real Madrid entrarão em campo apenas 49 dias depois de terem levantado o troféu do torneio continental em Kiev, na Ucrânia, ao vencer o Liverpool por 3 a 1.

Até hoje, dez jogadores alcaçaram este feito, sendo oito alemães: Sepp Maier, Paul Breitner, Hans-Georg Schwarzenbeck, Franz Beckenbauer, Gerd Müller, Uli Hoeness e Jupp Kapellmann (que defendiam o Bayern de Munique em 1974) e Sami Khedira (do Real Madrid em 2014).

Os outros foram o francês Christian Karembeu e o brasileiro Roberto Carlos, ambos do Real Madrid, em 1998 e 2002, respectivamente.

Deste grupo, apenas dois não completaram a dobradinha jogando as duas decisões. Kapellmann não entrou na final da Copa de 74, contra a Holanda, e Khedira estava machucado no confronto contra a Argentina no Mundial realizado no Brasil.

Situação parecida é a de Kovacic, que também não atuou na final da Champions neste ano por opção do treinador Zinedine Zidane. O croata pode até ser campeão mundial sem igualmente jogar a decisão na Rússia.