EFERedação Central

Em uma de suas atuações mais decisivas desde que foi contratado pelo Real Madrid, o atacante Vinícius Júnior marcou dois gols e comandou o time espanhol na vitória sobre o Liverpool por 3 a 1 nesta terça-feira, no estádio Alfredo Di Stéfano, pelas quartas de final da Liga dos Campeões.

Também nesta terça, em outra partida de ida pelo torneio continental, o Manchester City enfrentou o Borussia Dortmund no Etihad Stadium e contou com mais uma grande atuação de Kevin de Bruyne para levar a melhor pelo placar de 2 a 1.

Mais forte no ataque desde o começo, o Real abriu o placar em casa aos 26 minutos do primeiro tempo. Kroos descolou lindo lançamento entre os zagueiros do Liverpool, Vinícius Júnior matou no peito, conduziu e chutou rasteiro na saída do goleiro Alisson.

Pouco depois, aos 35, Alexander-Arnold tentou recuar de cabeça e presenteou Asensio, que deu um lençol em Alisson e marcou um lindo gol. Os 'Reds' reclamaram de falta de Vázquez, último homem de defesa, sobre Mané na origem do lance, mas nada foi marcado, e o segundo dos donos da casa foi confirmado.

O Liverpool descontou no começo da segunda etapa, aos cinco minutos, quando Wijnaldum disparou pelo meio e serviu Diogo Jota. O chute do português foi bloqueado, mas Salah aproveitou a sobra e diminuiu.

Mas a noite na Espanha era de Vinícius Júnior, que pela primeira vez fez dois gols em um mesmo jogo pelo time principal do Real. Após jogada pela direita, Modric rolou e o brasileiro bateu por baixo de Alisson, aumentando a diferença.

Com o resultado, o time dirigido por Zinedine Zidane poderá perder por um gol de desvantagem na volta, daqui a oito dias, no estádio Anfield Road, e mesmo assim se classificará para as semifinais. Os 'Reds' precisarão de um triunfo por 2 a 0 ou por uma diferença ainda maior.

Além do artilheiro da noite, o Real contou com outros três brasileiros. O zagueiro Éder Militão e o volante Casemiro também foram titulares, enquanto o também atacante Rodrygo substituiu o próprio Vinícius Júnior nos instantes finais. Já Jürgen Klopp escalou Alisson e o volante Fabinho na formação inicial, enquanto o atacante Roberto Firmino entrou no decorrer do duelo.

Em Manchester, houve emoção até o fim. O City fez 1 a 0 aos 19 minutos de bola rolando, quando De Bruyne iniciou o lance e deu para Foden, que cruzou rasteiro. A bola foi forte, mas Mahrez recolheu na ponta direita e deu para o meia belga escorar para a rede. Aos 36, Bellingham pressionou Ederson, roubou e fez o gol, mas a arbitragem marcou falta no arqueiro brasileiro.

Os 'Citizens' criaram várias chances, mas as desperdiçou e foi castigado aos 39 minutos do segundo tempo. Haaland deu ótimo passe de primeira para Reus, que saiu na cara do gol e empatou.

Quando tudo indicava que a equipe mandante sairia de campo lamentando o gol sofrido, houve tempo para o desempate. Aos 45, De Bruyne cruzou, Gündogan preparou e Foden fez o segundo do City, que jogará pelo empate na volta, também na quarta da semana que vem, no Signal Iduna Park. Os 'Aurinegros' precisão vencer por 1 a 0 ou por uma vantagem maior.

Ederson foi o único titular entre os brasileiros no Etihad Stadium. Fernandinho e Gabriel Jesus, pelo City, e Reinier, no Dortmund, foram reservas, mas apenas o ex-atacante do Palmeiras foi a campo durante a partida.