EFENovogorsk (Moscou)

Convocado pela seleção mexicana para substituir o zagueiro Diego Reyes, machucado, o volante Erick Gutiérrez tem nesta semana três motivos para comemorar: a participação na Copa do Mundo, o nascimento de seu primeiro filho e seu aniversário.

"Ser pai traz muita felicidade. Nasceu quando eu estava vindo para cá, vi as imagens por vídeo. É a melhor semana, a semana mais feliz da minha vida", comentou 'Guti' nesta quinta-feira antes do treino da seleção do México nas instalações do Dínamo de Moscou, quartel-general da 'Tri', em Novogorsk.

Os últimos dias foram agitados para o jogador do Pachuca, que no ano passado ficou fora do Mundial de Clubes devido a uma lesão. A "volta por cima" veio em grande estilo nesta semana, começando com o nascimento de seu primogênito na segunda-feira. Dois dias depois, soube que substituiria Reyes, e nesta sexta completará 23 anos de vida.

"Estou muito contente, também, por poder compartilhar estes momentos com ele (filho), sem dúvida", afirmou Gutiérrez antes de treinar pela primeira vez como jogador convocado, embora tenha participado de parte da preparação do México para a Copa justamente pela preocupação em relação às condições de Reyes.

Guti acredita que o México pode jogar de distintas maneiras, mas admitiu que prefere ver a equipe jogando para frente. "Acho que temos qualidade para jogar de maneira mais ofensiva. Vejo que estamos preparados para atacar", comentou.

O México estreará na Copa no próximo domingo enfrentando a atual campeã Alemanha no estádio Luzhniki, em Moscou. As duas seleções estão no grupo F, junto com Suécia e Coreia do Sul, que medirão forças no dia seguinte, em Nizhny Novgorod.