EFEBerlim

A Alemanha registrou nesta quinta-feira mais 351 mortes provocadas pela covid-19, o que eleva o total no país desde o início da pandemia para 100.119, de acordo com boletim divulgado pelo Instituto Robert Koch (RKI).

O órgão ainda indicou que foram contabilizados nas últimas 24 horas mais 75.961 casos de infecção, o que representa um novo recorde de contágio no território alemão.

A incidência acumulada também alcançou marca inédita, com 419,7 positivos para cada 100 mil habitantes nos últimos sete dias. Segundo o RKI, um mês atrás, a taxa era de 110,1.

A Alemanha totaliza a notificação de 729.200 casos desde que o novo coronavírus começou a se propagar no país.

A taxa acumulada de internações em hospitais nos últimos sete dias é de 5,74 para cada 100 mil habitantes. Já a ocupação dos leitos de UTIs no país é de 17,8%.

Ainda de acordo com a agência epidemiológica alemã, 68,1% da população da Alemanha, o que representa 56,6 milhões de pessoas, completaram o esquema de vacinação.

Além disso, até o momento, 6,6 milhões de habitantes já receberam a dose de reforço de algum dos imunizantes utilizados na campanha de imunização nacional.

Por outro lado, segue a marca de quase 30% da população sem ter recebido sequer a primeira dose de vacina no país. EFE