EFEWashington

O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, lançou um alerta nesta terça-feira, de que o número de casos diários de infecção pelo novo coronavírus no país aumentar duas vezes e meia em pouco tempo.

"Agora, estamos tendo uns 40 mil casos por dia. Não me preocuparia se subirmos para 100 mil, se isso não mudar. Estou muito preocupado", disse um dos líderes do grupo de trabalho de combate à pandemia montado pela Casa Branca.

Hoje, Fauci participou de audiência do Senado dos EUA, em teve explicou o que é preciso fazer diante do aumento de casos, que obrigou vários estados a voltarem atrás no processo de reabertura econômica e no relaxamento de restrições sociais.

"Posso garantir a vocês que, sim, teremos novos surtos em uma parte do país, embora não o vejamos em outras. Somos vulneráveis", afirmou o especialista.

Fauci voltou a apelar para o bom-senso da população dos EUA, pedindo que sejam respeitadas as medidas de distanciamento social, o uso de equipamentos de proteção, como máscaras. Além disso, afirmou que ainda não se deve frequentar bares.

Nos Estados Unidos, de acordo com os números mais recentes coletados pela Universidade Johns Hopkins, houve 2,6 milhões de casos desde o início a pandemia, e 126,3 mil pessoas morreram. EFE

bpm/bg

(vídeo)