EFELa Paz

O vice-presidente da Bolívia, Álvaro García Linera, também renunciou ao posto neste domingo, após Evo Morales anunciar que entregou o cargo de presidente.

Morales e Linera apareceram juntos de surpresa em um vídeo no qual fizeram um apelo pela pacificação do país, que é palco de vários protestos de opositores do governo que eles formavam. A crise política se deve às acusações de fraude na apuração dos votos das eleições de 20 de outubro, nas quais o agora ex-governante foi reeleito para um quarto mandato em primeiro turno.