EFECabul

O ataque talibã deste sábado a um hotel na província de Badghis, no oeste do Afeganistão, terminou após cinco horas de combates com 11 mortos, entre eles três insurgentes, e um número indeterminado de feridos.

O ataque começou no início da tarde, quando vários insurgentes suicidas entraram em um hotel na capital provincial Qal'eh-ye Now e começaram a disparar de maneira indiscriminada contra as pessoas.

"O ataque terminou (...) Três agressores morreram e outros dois foram detidos", afirmou mo Twitter o porta-voz do Ministério de Interior afegão, Nasrat Rahimi.

"Infelizmente oito policiais morreram", disse à Efe o porta-voz.

Os talibãs reivindicaram o ataque através de uma mensagem de seu porta-voz Qari Yusof Ahmadi no Telegram, onde asseguraram que vários combatentes "em busca de martírio entraram em um edifício perto do quartel-general da polícia".

Outro porta-vozes talibã, Zabihullah Mujahid, afirmou mais tarde no Twitter que 30 membros das forças de segurança tinha morrido no ataque.