Paris, 21 jun (EFE)-. Um transporte militar do exército da França pertencente à força Barkhane foi atacado nesta segunda-feira no Mali por um veículo com um motorista suicida que, ao detonar os explosivos, feriu vários membros do comando assim como alguns civis, segundo informou o Ministério da Defesa francês, que não especificou o número de feridos.

No momento do ataque, cuja autoria não foi informada até agora, os militares estavam em uma missão de reconhecimento para proteger os arredores da Base Operacional Avançada que o exército francês possui perto da cidade de Gossi, no Mali.

Os feridos foram levados para o hospital militar em Gao, no sudeste do Mali e a 160 quilômetros de Gossi.

Duas unidades de alerta com helicópteros Tigre e caças Mirage 2.000 foram posicionados na área para apoiar as tropas no solo.

A Barkhane é uma missão militar iniciada em 2014 pela França para proteger a população contra grupos jihadistas na região do Sahel e o presidente francês, Emmanuel Macron, antecipou na semana passada que deixará de ser uma operação externa para se tornar uma operação de apoio às tropas locais.