EFECairo

Pelo menos 28 pessoas morreram após bombardeios contra uma região controlada pelo grupo jihadista Estado Islâmico (EI), no leste da província de Deir Zor, no leste da Síria, informou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os ataques tiveram como alvo uma concentração de civis em uma fábrica de gelo localizada entre as cidades de Al Susa e e Al Baguz al Fuqani, ambas no leste de Deir Zor e sob controle dos jihadistas, segundo a ONG.

A fonte advertiu que o número de mortos poderia aumentar devido aos diversos feridos pelos ataques.

A ONG não conseguiu precisar se os aparatos militares pertencem à coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, ou às forças iraquianas.

Até o momento, nem a aliança nem as forças de Bagdá, que estão lutando contra extremistas naquela área na fronteira com o Iraque, comentaram essa informação.

Desde o dia 9 de julho, os aviões da coalizão sobrevoam a última região dominada pelos extremistas no leste do vale do rio Eufrates, em um prelúdio a uma grande ofensiva contra terroristas naquela região.