EFEPequim

A Comissão Nacional de Saúde da China informou nesta sexta-feira que o país registrou ontem 127 novos casos do novo coronavírus, sendo o terceiro dia consecutivo com mais de 100 positivos, a grande maioria na província de Xinjiang, onde foi detectado um surto da doença há quase três semanas.

Xinjiang contribuiu com 112 dos 127 novos casos, enquanto o outro surto ativo, o da província de Liaoning, no nordeste, adicionou mais 11, todos por contágio local.

Os contágios detectados entre viajantes do exterior, conhecidos como "casos importados", totalizaram quatro, três deles na província de Guangzhou e um no nordeste de Tianjin.

A tendência de novas infecções continua aumentando na China, com 105 casos detectados nesta quarta-feira, 101 na terça-feira e 68 na segunda-feira, após 61 no domingo, 46 no sábado e 34 há uma semana.

A Comissão não anunciou novas mortes por Covid-19; portanto, esse número se manteve em 4.634, entre os 84.292 pacientes infectados na China desde o início da pandemia e dos quais 78.974 superaram a doença com sucesso.

Enquanto isso, em Hong Kong, o surto detectado há um mês continua aumentando, com mais 149 casos anunciados ontem, elevando o número total de infecções confirmadas na região administrativa especial para 3.151, com pelo menos 25 vítimas. EFE

jt/phg

(foto)(vídeo)