EFESan Juan

As autoridades sanitárias das Bahamas informaram nesta sexta-feira que seis passageiros a bordo do Adventure of the Seas, cruzeiro da Royal Caribbean International, deram positivo para Covid-19 e foram isoladas.

Os testes de coronavírus foram feitos antes que o navio atracasse em Freeport, ilha de Grand Bahama, nas Bahamas, e fazem parte da rotina da empresa ao final de cada cruzeiro. A medida é tomada porque a maioria dos passageiros precisa apresentar um exame de resultado negativo na volta a seus países.

"Os viajantes foram colocados em quarentena e depois submetidos a um teste PCR para confirmar o diagnóstico", declarou a diretora de relações públicas da companhia de cruzeiro, Lyan Sierra-Caro, segundo as autoridades bahamianas.

O cruzeiro, com 1.182 passageiros e 900 tripulantes a bordo, terminaria neste sábado em Nassau, concluindo uma viagem de sete noites. Três dos positivos estão assintomáticos e um tem sintomas leves, enquanto os outros dois são menores não vacinados e sem sintomas, disseram as autoridades com informações fornecidas pela Sierra-Caro.

Para navegar no Adventure of the Seas, os passageiros maiores de 16 anos precisam ter sido vacinados com todas as doses necessárias para completar o processo de imunização contra a Covid-19 e dar negativo em teste realizado antes do embarque, o que também acontece com a tripulação. Os menores de 16 anos também precisam do exame.

Os passageiros que apresentaram resultados positivos e seus contatos próximos foram colocados em quarentena imediatamente após receberem os resultados. Todos eles voarão de volta para casa em um voo particular saindo de Freeport nesta sexta.

Atualmente, as Bahamas estão passando por outra onda de contágio pelo coronavírus e está perto de superar seu maior número de casos registrados em um único mês desde o início da pandemia, que até o momento é de 1.643, relatado em agosto do ano passado.