EFEHavana

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, e o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez, parabenizaram nesta segunda-feira o governo da Venezuela pela vitória nas eleições regionais, nas quais ganhou em 20 dos 23 estados do país, além de Caracas.

"Parabenizo o corajoso povo venezuelano e o Grande Polo Patriótico, liderado pelo irmão presidente Nicolás Maduro", disse Díaz-Canel no Twitter, onde descreveu a vitória do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV) no poder como "retumbante".

Na mesma rede social, Rodríguez disse que a vitória foi "inequívoca para a Revolução Bolivariana e Chavista".

Com 90,21% dos votos contados, o PSUV varreu as eleições de domingo, melhorando os resultados de 2017, quando venceu em 18 estados e Caracas.

A Venezuela, juntamente com Bolívia e Nicarágua, são os aliados mais importantes de Cuba na região.

Havana e Caracas fortaleceram os laços políticos e econômicos após a chegada ao poder do falecido presidente Hugo Chávez, em 1999, no país sul-americano, e as relações foram mantidas sob o governo de Nicolás Maduro.

Desde 2001, os dois países têm mantido um extenso acordo de cooperação com o qual Cuba recebe petróleo bruto a preços preferenciais em troca de serviços profissionais à Venezuela, principalmente nas áreas de saúde e educação. EFE