EFESan Francisco (EUA)

A veterana senadora pela Califórnia, Dianne Feinstein, revalidou seu mandato nesta terça-feira ao ser reeleita para os próximos seis anos, impedindo que o estado tivesse em seu oponente, Kevin de León, o primeiro senador latino da sua história.

Segundo as projeções dos principais meios de comunicação americanos, Feinstein, de 85 anos e que está no Senado desde 1992, venceu De León, atual senador estadual em Sacramento (capital da Califórnia) e que conseguiu durante a campanha o apoio do Partido Democrata californiano.

A disputa foi travada entre dois democratas graças ao peculiar sistema de primárias da Califórnia, no qual os dois candidatos que recebem mais votos avançam para a eleição final, independentemente do partido ao qual pertençam.

Assim, apesar de ambos pertencerem ao Partido Democrata, De León representava a ala mais progressista da legenda, frente à tradicional moderação de Feinstein, que durante seu período em Washington ganhou a fama de política dialogante e propensa a pactos.