EFEWashington

Os Estados Unidos investirão US$ 3,2 bilhões, quantia proveniente do plano de resgate, para desenvolver antivirais que sirvam para o tratamento da covid-19 e de futuras ameaças epidêmicas.

Com este programa, anunciado pela equipe de resposta à pandemia do governo do presidente Joe Biden, visa unir forças entre a indústria e a comunidade científica para desenvolver novos medicamentos de combate ao novo coronavírus.

O principal epidemiologista do país, Anthony Fauci, explicou em entrevista coletiva que, neste momento, as vacinas estão no centro do "arsenal" contra a covid-19, mas que os antivirais podem ser um complemento importante e muito necessário no futuro.

Todos os especialistas que falaram na entrevista coletiva destacaram a importância das vacinas para baixar a incidência da covid-19 no país, onde pela primeira vez as mortes diárias foram inferiores a 300, com uma média de 286 nos últimos sete dias.

A informação foi divulgada pela diretora dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), Rochelle Walensky, durante a apresentação do programa na Casa Branca.

A estratégia, que visa acelerar os ensaios clínicos dos medicamentos que estão sendo elaborados, tem dois pilares: desenvolvimento e descoberta.

O coordenador da equipe de resposta da Casa Branca, Jeff Zients, disse que, apesar de todos os progressos que estão sendo feitos no país com a vacinação, muitas comunidades "permanecem em risco" devido aos baixos níveis de inoculações, especialmente com variantes, que representam uma ameaça maior.