EFEWashington

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, manifestou nesta sexta-feira o desejo de eleições livres e justas em Bolívia, Equador e Peru no próximo domingo.

"Em nome do povo dos Estados Unidos, desejo aos cidadãos de Bolívia, Equador e Peru que as eleições de 11 de abril sejam justas, livres, acessíveis e pacíficas", disse Blinken em comunicado.

O chefe da diplomacia americana ressaltou que o respeito aos resultados, às liberdades fundamentais e à prestação de contas deve andar de mãos dadas com um voto "justo e livre".

Ainda de acordo com ele, a democracia floresce quando os cidadãos e os governos promovem ativamente a igualdade perante a lei e os direitos humanos para todos.

"A história, aqui nas Américas e além, tem mostrado que as sociedades que seguem um caminho não democrático têm dificuldade em recuperar o terreno perdido", afirmou.

Para evitar que isso aconteça, segundo Blinken, é preciso permanecer vigilante no fortalecimento das instituições democráticas que apoiam a aplicação da lei, uma imprensa livre, boa governança e que criam sistemas de solução de problemas para avançar para o futuro.

Peru e Equador terão no domingo eleições para a presidência, respectivamente em primeiro e segundo turnos, e a Bolívia terá o segundo turno das eleições para o governo de quatro departamentos (estados).