EFEMadri

A Polícia Nacional da Espanha divulgou nesta quarta-feira que um homem, de nacionalidade colombiana, foi preso em Madrid sob a acusação de gravar vídeos de 555 mulheres, sem consentimento, para publicar em sites de pornografia.

O detido, de 53 anos, praticava o que é chamado de "up skirting", que é filmar por baixo do vestido ou saia das vítimas sem que elas percebam.

Desde julho do ano passado, o colombiano postou um total de 283 vídeos na internet, que totalizaram mais de 1,3 milhão de visualizações em sites da internet, de acordo com as informações divulgadas pela Polícia Nacional.

A investigação conseguiu identificar 555 mulheres gravadas, sendo algumas menores de idade. As gravações eram feitas, inclusive, em locais movimentados, como estações de metrô. Em determinados casos, a vítima era perseguida.

O colombiano foi enviado provisoriamente para a prisão, após ser colocado à disposição da justiça. Com ele, foram encontrados telefone celular, e na casa em que vivia, três HDs e um notebook, com centenas de vídeos gravados.