EFETeerã

A Organização de Portos e Navegação da província de Hormozgan, no Irã, informou neste sábado que o petroleiro britânico Stena Impero foi capturado ontem após colidir com um barco de pesca e está no porto de Bandar Abbas.

Seu diretor, Alahmorad Afifipur, explicou que a tripulação do barco de pesca tentou se comunicar com o petroleiro e "não recebeu resposta", informou à Organização de Portos e Navegação.

"O petroleiro colidiu com um barco de pesca durante sua rota e, após esse incidente, foi necessário rever as razões", disse o funcionário, citado pela agência oficial iraniana "IRNA".

Afifipur afirmou que o Stena Impero está no porto sul de Bandar Abbas e que os 23 tripulantes estão a bordo por razões de segurança.

A tripulação é composta por 18 marinheiros indianos, incluindo o capitão do navio, e cinco outros de várias nacionalidades, entre elas russa e filipina.

Os Guardiões da Revolução do Irã anunciou ontem que havia capturado o petroleiro britânico no Estreito de Ormuz por não respeitar as regras de navegação.

O Stena Impero, da barqueira Stena Bulk e de 30 mil toneladas, partiu ontem dos Emirados Árabes Unidos e estava indo para um porto na Arábia Saudita.

De acordo com a companhia de navegação, o petroleiro perdeu o contato com sua operadora por volta do meio-dia (horário de Brasília), depois de receber notificação de que vários navios não identificados e um helicóptero estavam se aproximando da embarcação.

Outro petroleiro, o Mesdar, com uma bandeira da Libéria e de propriedade da companhia britânica Norbulk, também foi brevemente detido ontem no Estreito de Ormuz, mas já continuou sua jornada.

O ministro das Relações Exteriores britânico, Jeremy Hunt, alertou ontem que podem haver "sérias consequências" se a situação não for resolvida em breve, embora, segundo ele, não esteja considerando opções militares.