EFENova York

O local utilizado em 2001 para armazenar os corpos das vítimas do atentado de 11 de setembro, está sendo preparado como necrotério novamente, desta vez, para que sejam levados as vítimas que morrerem em decorrência da infecção pelo novo coronavírus.

Trata-se dos arredores do Hospital Bellevue, em Manhattan, onde militares foram fotogrados pela equipe do jornal "New York Post", montando o necrotério temporário. A polícia de Nova York e o instituto médico legal local estão supervisionando os trabalhos.

Nos próximos dias, é esperada a chegada de mais caminhões refrigerados para fazer o transporte dos corpos na região.

A cidade de Nova York é o epicentro da crise provocada pelo novo coronavírus nos Estados Unidos, com 192 mortes até o último balanço, enquanto no país o número de óbitos já chegou a 849.

Segundo o governador do estado homônimo, Andrew Cuomo, que tem 210 vítimas, admitiu que os casos dobram a cada três dias e que a propagação do patógeno acontece no mesmo ritmo que um "trem bala".