A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, ressaltou neste sábado que o seu país compartilha a visão da Espanha sobre o tema migratório e se mostrou partidária de intensificar a cooperação com Marrocos como país de passagem e de origem dos imigrantes para rumo à Europa.

Merkel participou hoje de uma entrevista coletiva com o presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, após uma reunião de trabalho dos dois na cidade de Sanlúcar de Barrameda, em Cádiz, na região sul.

"Estamos mantendo conversas com a Comissão Europeia para que desbloqueiem recursos que permitam que o Marrocos seja mais eficiente na hora de impedir que essas balsas entrem no mar", disse Sánchez, que indicou que também tem dado ajuda para Argélia e Tunísia.

O encontro dos dois governantes faz parte da agenda que ela tem neste fim de semana, que inclui ainda uma ida ao Parque Nacional de Doñana, em Sevilha, onde o chefe do Executivo espanhol está de férias.

A pauta da reunião tem foco na política migratória, um assunto fundamental para os dois países e que coincide com a entrada em vigor do acordo assinado entre os respectivos ministérios de Interior, mediante o qual a Alemanha pode devolver os imigrantes interceptados na sua fronteira e registrados previamente na Espanha como solicitantes de asilo.