EFECidade do México

O governo do México iniciou nesta quinta-feira a vacinação de toda a população do estado fronteiriço de Baja California com a carga de 1,35 milhão de vacinas da Janssen enviadas pelos Estados Unidos.

A princípio, as autoridades haviam informado que essas vacinas seriam utilizadas para imunizar a população de todos os municípios fronteiriços do norte do país para reabrir a fronteira com os Estados Unidos, mas finalmente terão como destino apenas o território de Baja California.

"Baja California, por instrução do presidente, é a primeira entidade que terá vacinação universal a partir dos 18 anos", disse a secretária de Segurança, Rosa Icela Rodríguez, durante a entrevista coletiva matinal do presidente mexicano, Andrés Manuel López Obrador.

Toda a população com mais de 18 anos será imunizada nos seis municípios do estado - Tijuana, Mexicali, Tecate, Rosarito, San Quintín e Ensenada - e não apenas naqueles que fazem fronteira com os EUA, ao contrário do que havia sido informado.

Rodríguez explicou que as 1,35 milhão de vacinas da Janssen, que são de dose única, serão administradas nos próximos 10 dias em 16 postos de vacinação e com uma média de cerca de 140 mil doses por dia.

Na última terça-feira desembarcou no México o carregamento de vacinas da Janssen que a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, havia prometido a López Obrador.

O governo então anunciou que essas vacinas serviriam para imunizar os 39 municípios fronteiriços dos seis estados do norte do país, a fim de reabrir a fronteira com os EUA o mais rápido possível, parcialmente fechada desde março de 2020 devido à pandemia de covid-19.

Nesse sentido, López Obrador explicou que a vacinação seguirá em breve para o estado de Sonora, também no norte, e reiterou seu compromisso de vacinar os municípios fronteiriços o mais rápido possível.

"Este é um programa especial porque recebemos essas vacinas e queremos vacinar a população dos 39 municípios da faixa de fronteira para que a fronteira abra o mais rápido possível", destacou.

O governo mexicano anunciou também esta semana que está negociando com os Estados Unidos uma nova remessa da Janssen que serviria para dar continuidade à vacinação na fronteira.

No restante do país, o plano de vacinação atende atualmente todas as pessoas maiores de 40 anos, profissionais de saúde, professores e gestantes.

Com quase 2,5 milhões de infecções e 230.624 mortes, o México é o quarto país do mundo em número de óbitos por covid-19, atrás apenas de Estados Unidos, Brasil e Índia.

Desde dezembro do ano passado, o país de 126 milhões de habitantes aplicou 38,2 milhões de doses de diferentes vacinas e 15,4 milhões de mexicanos já completaram o esquema de vacinação.