EFELondres

O ministro das Finanças do Reino Unido, Sajid Javid, apresentou nesta quinta-feira de forma inesperada sua renúncia, segundo confirmação de seu porta-voz, no mesmo dia em que o primeiro-ministro Boris Johnson realizou a principal remodelação do governo desde sua vitória eleitoral, em dezembro do ano passado.

A renúncia do chefe da economia britânica surpreendeu Westminster, centro político do país, já que Johnson esperava manter Javid no cargo.

De acordo com a emissora pública "BBC", o substituto de Javid no ministério será Rishi Sunak, até agora responsável pelo Tesouro.

Juntamente com essa nova nomeação, haverá agora também uma equipe conjunta de consultores especiais a partir de agora que servirão ao gabinete de Johnson e ao Departamento de Economia.

Segundo a emissora britânica, a renúncia do ministro deve-se ao fato do premier insistir em que ele se livre de sua equipe de consultores e os substitua por outros funcionários nomeados pelo governo, algo que foi rejeitado por Javid.

Sua saída ocorre poucos dias depois da apresentação do orçamento geral do Estado, em 11 de março, a primeira após a conclusão do Brexit.