EFEChicago (EUA)

O bebê de Marlén Ochoa, jovem de 19 anos grávida de nove meses quando foi estrangulada em Chicago (EUA) por uma dupla que retirou a criança de seu ventre, morreu nesta sexta-feira no hospital onde foi mantido com vida durante um mês e meio, informou a família da vítima.

"Com muito pesar devemos informar sobre o falecimento do bebê Yovanny Judiel López", afirmou um comunicado divulgado aos jornalistas pela ativista comunitária Julie Contreras, que acrescentou que a criança tinha sofrido severos danos cerebrais.