EFEGenebra (Suíça)

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta quarta-feira que houve redução na última semana em 9% no número de novos casos de covid-19 no planeta, que totalizaram 6,5 milhões no período.

O total de positivos detectados no mundo desde o início da pandemia, com isso, chegou a 574 milhões, de acordo com informações da agência das Nações Unidas.

O número não considera as infecções que foram assintomáticas e não percebidas pelo portador do novo coronavírus ou de pessoas que, por diferentes motivos, não foram submetidas a testes de detecção, apesar de apresentarem sinais da doença.

Em boletim epidemiológico semanal, a OMS apontou que a quantidade de mortes causadas pela covid-19 manteve tendência de estabilidade, tendo ocorrido 14 mil registros de óbitos na semana passada.

Desde o início da propagação do novo coronavírus, 6,3 milhões de pessoas faleceram por causa da infecção, de acordo com cálculos da agência sediada em Genebra, na Suíça.

Por países, o Japão foi, pela segunda semana seguida, o país com mais casos nos últimos sete dias (1,38 milhão, o que representa 42% de alta). Na sequência aparecem Estados Unidos (923.366 casos) e Coreia do Sul (564.437 casos). EFE