EFENova Délhi

Pelo menos dez pacientes com o novo coronavírus morreram neste domingo no sul da Índia, devido a um incêndio dentro de um hotel convertido em hospital onde recebiam tratamento, quatro dias após um incidente semelhante em que oito pessoas faleceram.

Imtiaz Ahmed, chefe do distrito de Krishna, no estado de Andhra Pradesh, disse que o incêndio começou na madrugada de hoje e matou dez pacientes, em declarações coletadas pelo jornal local "Indian Express".

A ministra do Interior do estado indiano, Mekathoti Sucharitha, disse que provavelmente a causa do incêndio foi um curto-circuito.

"O hotel foi alugado pelo Ramesh Hospitals, um hospital privado onde pacientes com coronavírus estavam recebendo tratamento. Cerca de 40 pacientes e dez paramédicos estavam no hotel no momento do acidente", disse a ministra em um comunicado.

Após o incêndio, o primeiro-ministro Narendra Modi recorreu às redes sociais para expressar sua "angústia" e mostrar seu apoio às famílias das vítimas, enquanto o chefe de governo de Andhra Pradesh, Jagan Mohan Reddy, anunciou uma compensação financeira.

Este é o segundo incêndio em um pequeno hospital para pacientes com Covid-19 na Índia em menos de uma semana.

Na última quinta-feira, oito pacientes internados com sintomas do coronavírus morreram em Ahmedabad, capital do estado de Gujarat, enquanto outros 40 foram resgatados das chamas.

A Índia, o terceiro país do mundo mais afetado pela pandemia, ultrapassou dois milhões de casos de Covid-19 nesta semana e tem 2.153.010 infecções e 43.379 mortes até o momento. EFE

daa/phg