EFEIslamabad

O novo primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, prometeu reformas na Educação e na Justiça, uma campanha anticorrupção e a divulgação do turismo durante o primeiro discurso como governante neste domingo, após ter tomado posse na véspera.

"Investigaremos a corrupção, aprovaremos uma lei para reduzir a corrupção, manterei um olho nos saqueadores através da Agência de Investigação Federal", disse o ex-jogador de críquete em discurso.

Khan também prometeu melhorar os colégios públicos, ajudar os agricultores, impulsionar reformas civis e melhores relações com os países vizinhos, sem se referir concretamente à Índia ou ao Afeganistão, que acusam Islamabad de patrocinar terroristas que atentam nos seus territórios.

Aos 65 anos, o novo primeiro-ministro tomou posse no sábado em cerimônia em Islamabad, um dia após ter sido eleito pela Assembleia Nacional com o apoio de 176 dos 342 deputados da câmara baixa do Parlamento.