EFECidade do Vaticano

O papa pediu nesta quarta-feira no Vaticano para que os fiéis rezem pela paz na Ucrânia e para que "entre os responsáveis pela Terra" prevaleça o "diálogo e o bem comum", após o que lançou um apelo: "Por favor, guerra nunca mais".

No final da audiência geral realizada na sala Paulo VI, Francisco pediu orações pela Ucrânia "para que naquela terra floresça a fraternidade e se superem as feridas, os medos e as divisões", acrescentando que "é um povo que merece a paz".

"Que as orações e invocações que hoje sobem ao céu toquem as mentes e os corações dos responsáveis pela Terra para que o diálogo e o bem comum prevaleçam sobre os interesses de uma parte. Por favor, guerra nunca mais! Rezemos pela reconciliação e harmonia,", declarou o papa.

No domingo passado, depois de ter rezado o ngelus, o papa já havia expressado sua preocupação com as crescentes tensões "que ameaçam desferir um novo golpe na paz na Ucrânia" e renovou seu apelo "para que todas as ações e iniciativas políticas neste país estejam a serviço da fraternidade humana".

Na ocasião, também propôs que fosse realizado hoje um dia de oração para invocar a paz neste país.

Vários países ocidentais anunciaram o envio de tropas e equipamentos militares para a Ucrânia nos últimos dias, com Washington anunciando na segunda-feira que colocou 8.500 soldados em alerta "elevado" em suas bases europeias. EFE