EFECidade do Vaticano

O papa Francisco recebeu nesta quarta-feira a segunda dose da vacina contra o novo coronavírus produzida pelas companhias Pfizer e BioNTech e está imunizado contra o patógeno.

A informação foi confirmada à Agência Efe pelo porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni.

O líder da Igreja Católica, de 84 anos, teve a aplicada a segunda dose do agente imunizante três semanas após a primeira, em ato na sala Paulo VI, que foi preparada para a campanha de vacinação no Estado do Vaticano, segundo explicou Bruni.

A diretoria de Saúde e Higiene da Cidade do Vaticano reservou cerca de 10 mil vacinas para a imunização da população local, em operação que começou em 13 de janeiro, justamente, quando o papa recebeu a dose inicial.

Como vem acontecendo nos demais países, os primeiros a serem imunizados foram os profissionais de saúde e os idosos.